pinhaokinjoyamato

Semente da araucária, o pinhão é bastante comum nos estados da região Sul e em algumas partes do Sudeste do país especialmente a partir do mês de junho, quando é muito usado para preparações típicas dessa época do ano.

Sua casca de coloração castanha envolve uma polpa saborosa, mas dura, que só amolece depois que o pinhão é cozido ou então assado. Uma das formas tradicionais de saboreá-lo é como aperitivo, adicionado de um pouco de sal, algumas pitadas de orégano e pimenta-do-reino.

Também pode ser consumido em saladas ou molhos para carnes ou usado em pratos como carreteiro, risoto, farofa e até estrogonofe. Isso sem falar nas preparações doces, como bolos, tortas e pudins.

Do ponto de vista nutricional, o pinhão é uma excelente fonte de proteínas, minerais como cálcio, ferro e fósforo e vitamina A, B1 e C. Mas é bom lembrar que, como seu teor calórico e de gordura é alto, a ingestão diária recomendada é de 6 a 10 unidades. Na dúvida sobre a quantidade adequada a ser consumida, consulte antes seu médico ou nutricionista.