jilokinjo

Todo mundo diz que suco de maracujá acalma os nervos, mas será que é mesmo verdade? Realmente o maracujá possui uma substância que tem ação sedativa (conhecida como passiflorina), mas ela é encontrada basicamente nas folhas da fruta. Então cientificamente não há comprovação de que o consumo regular da polpa do maracujá (usada para fazer o suco) tenha todo esse efeito tranquilizante.

Mesmo assim, o maracujá tem diversas propriedades que fazem bem à saúde, sendo normalmente indicado para reduzir a irritabilidade, a insônia, a perturbação da menopausa, a hipertensão arterial e o estresse. Além disso, tem uma forte ação antioxidante e pouquíssimas calorias, sendo rico em vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio, aém de conter bastante vitamina A e C e muita fibra solúvel.

Confira abaixo como aproveitar melhor o maracujá:

Fruto: além de render um delicioso suco, a polpa do maracujá pode ser usada em receitas como mousses, bolos, molhos para salada, vinagretes e até farofas.

Casca: ela é rica em pectina, um tipo de fibra que arrasta gorduras para fora do organismo, sendo indicada para consumo na forma de farinha que pode ser misturada em sucos e iogurtes.

Folhas: com elas são feitos medicamentos e chás. Mesmo quem não aprecia o gosto pode tirar proveito de sua ação calmante usando a infusão como base de sucos.

Sementes: trituradas, entram na fabricação de esfoliantes. Já o óleo extraído delas serve para temperar saladas.