edamameÉ provável que você já tenha lido esse nome do cardápio de algum restaurante japonês, mas sabe o que significa?

Em seu idioma de origem, a palavra significa literalmente “galho de feijão” (eda = galho e mame = feijão), nome que se dá à soja colhida antes que amadureça, ou seja, ainda verde.

Essa mesma expressão é usada para designar as vagens servidas como aperitivo ou acompanhamento ou então os grãos cozidos, usados como tira-gosto e ingrediente de inúmeros pratos. 

Uma curiosidade sobre o edamame é que a primeira referência a ele data de 1275, em um bilhete escrito por um monge agradecendo a um fiel o presente deixado no templo. 

Do ponto de vista nutricional, trata-se de uma excelente fonte de ferro, cálcio e proteínas, principalmente para quem segue uma dieta vegetariana pois, assim como as carnes e os laticínios, o edamame fornece todos os aminoácidos essenciais necessários ao corpo humano. Além disso, tem baixo teor de caloria e não contém glúten. 

Clique aqui para ver uma das formas de preparar em casa o edamame que você compra aqui no Kinjo Yamato.